Por que as concessionárias de automóveis ainda existem?

As concessionárias de automóveis parecem ter sido a ruína da existência de todos os
compradores de automóveis , desde que todos nós podemos nos lembrar. Devido aos
estigmas sociais que se acumularam ao longo do século passado, ter que entrar em uma
concessionária de automóveis pode despertar sentimentos de ansiedade, medo e até raiva em
alguns consumidores. Portanto, se as concessionárias de automóveis são tão desprezadas e os
carros provavelmente podem ser encomendados online, por que eles ainda existem?
Lei e ordem
https://www.bariguiseminovos.com.br/joinville
A primeira concessionária de automóveis foi criada em 1898 por William E. Metzger e, desde
então, as montadoras têm usado edifícios de tijolo e argamassa para vender seus produtos por
meio de concessionárias franqueadas.
Muito parecido com o seu McDonald’s local, existem concessionárias de franquia em todo o
país para vender os mesmos produtos, embora a preços diferentes. Por quê? Porque o modelo
de concessionária equivalia a mais lucro para os fabricantes e melhor distribuição de produtos.
Além disso, atualmente existem leis federais que exigem que os carros novos só possam ser
vendidos por concessionárias licenciadas, alfandegadas e independentes, e não diretamente
pelo fabricante.